Miguxas que me acompanham!!!

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Um homem de sorte - Nicholas Sparks #livro37

E vamos para mais uma leitura de Nicholas Sparks. Eu começo a ler com as maiores expectativas, pois, com esse livro "Um homem de sorte", é a 13º leitura que faço desse autor e nenhuma delas me decepcionou. Sou completamente apaixonada por seus romances, seus personagens. E fiquei mais apaixonada ainda quando descobri que suas histórias são sempre baseadas em histórias reais, a maioria baseada em sua própria vida e de seus familiares.


Essa é a sinopse do próprio livro

Minha opinião:

Eu já havia visto o filme, que tem o mesmo nome do livro. E pelo filme já sabia que a leitura ia ser ainda mais encantadora.
Comecei o livro com uma opinião, pois o problema de você ver o filme antes de ler o livro, ou vice-versa, você cria a expectativa que ambos sejam fiéis um ao outro, mas nem sempre isso acontece. E isso é algo que me decepciona um pouco.
Mas o fato de certos acontecimentos não serem parecidos, no decorrer da leitura, minha paixão foi a mesma. Tanto o filme quanto o livro são MARAVILHOSOS!
Nicholas Sparks, mesmo tendo sempre o mesmo estilo, ainda consegue me surpreender e emocionar.

Um homem de sorte conta a história de Logan Thibault, que por 5 anos serviu o Corpo de Fuzileiros Navais. E quando estava servindo no Iraque, encontrou por acaso a foto de Elizabeth ou Beth, como era mais conhecida.Essa foto pertencia ao irmão dela, Drake, que também era fuzileiro naval, porém havia falecido em meio a guerra. Logan a princípio não deu tanta importância a fotografia, mas carregava a mesma em seu bolso a todos os lugares que ia. E essa fotografia foi considerada por seu amigo Vitor, um amuleto da sorte, pois a partir do momento que Logan a encontrou, teve muitos livramentos e sobreviveu a alguns atentados.Vitor acreditava que havia muita mais entre eles, que o destino queria os dois juntos. E por incentivo e insistência de seu amigo, Logan decide encontrar essa misteriosa mulher que salvou sua vida tantas vezes. E detalhe: ele resolveu fazer toda essa trajetória a pé, junto com seu amigo Zeus, um pastor alemão. 

"Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Ele gostava de caminhar e tinha um destino ao qual chegar. Simples assim."

E assim se inicia mais uma linda história de amor. Claro que até as últimas páginas, nada é tão simples nem perfeito. Pois Beth, tem um ex-marido, Keith Clayton, um policial arrogante e que não consegue deixar a mãe de seu filho Ben em paz. Muito menos quando ele descobre que ela está em algum relacionamento amoroso.

O livro nos mostra 3 coisas importantes: 
A primeira é que algo que começa errado e com mentiras a chance de dar certo é zero.
A segunda é que omitir algo das pessoas que amamos tem uma grande chance de que quando for descoberta, não ter uma consequência positiva.
E a terceira é que todas as escolhas que fazemos há perdas e ganhos.

Para mim, a história foi desenvolvida de uma forma que nos conecta e nos desperta sentimentos como se fizéssemos parte daquelas vidas.
Nenhum momento achei cansativa.
É narrada em terceira pessoa e muito rica em detalhes.
Confesso que o finalzinho me deu um certo sustinho, mas aí vocês terão que ler, pois não quero dar spoiler. 

Esses dois trechos do livro que me fizeram refletir bastante e trouxe para compartilhar com vocês.

"-Não tenho mais paciência. Tantas coisas me deixam nervoso. Coisinhas, detalhes sem a maior importância, mas, não sei por que razão, ganham importância. E por mais que tente controlar a raiva, há momentos em que ela acaba saindo. Ainda não me causou nenhum problema, mas não sei até quando terei autocontrole. Isso também acontece com você? "


" Às vezes as coisas mais ordinárias podem transformar-se em extraordinárias, simplesmente se realizadas pelas pessoas certas."

O livro tem 272 páginas e pertence a Editora Novo Conceito.




3 comentários:

Lauisa Nogueira disse...

Sou fã do Nicholas..tenho esse livro em pdf e ainda não o li pois gosto mesmo de livro físico...já li um pedacinho na livraria e está na minha lista..amo tuas resenhas e tuas indicações..beijus

Adelaide Araçai disse...

Esse ainda não li. Gosto do Nicholas, embora o ache extremamente meloso, mas sempre precisamos de algo doce para transformar nossa vida. Vou buscar esse para ler.

Muita Luz e Paz
Abraços

She disse...

Nossa, por mais incrível que pareça até hoje não consegui ler nada dele. Espero mudar isso em breve... rsrs É tanto livro bom, né?! Que a gente fica louquinha, e a pessoa aqui ainda é revisora de texto, ou seja, leio o dia inteiro. Amo! :)
Beijo, beijo!
She

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...